75 - Administração


 
"Dá conta de tua administração". - Jesus (Lucas, 16:2).
 
Na essência, cada homem é servidor pelo trabalho que realiza na obra do Supremo Pai, e, simultaneamente, é administrador, porquanto cada criatura humana detém possibilidades enormes no plano em que moureja.
 
Mordomo do mundo não é somente aquele que encanece os cabelos, à frente dos interesses coletivos, nas empresas públicas ou particulares, combatendo intrigas mil, a fim de cumprir a missão a que se dedica.
 
Cada inteligência da Terra dará conta dos recursos que lhe foram confiados.
 
A fortuna e a autoridade não são valores únicos de que devemos dar conta hoje e amanhã o corpo é um templo sagrado.
 
A saúde física é um tesouro.
 
A oportunidade de trabalhar é uma bênção.
 
A possibilidade de servir é um obséquio divino.
 
O ensejo de aprender é uma porta libertadora.
 
O tempo é um patrimônio inestimável.
 
O lar é uma dádiva do Céu.
 
O amigo é um benfeitor.
 
A experiência benéfica é uma grande conquista.
 
A ocasião de viver em harmonia com o Senhor, com os semelhantes e com a Natureza é uma glória comum a todos.
 
A hora de ajudar os menos favorecidos de recursos ou entendimento é valiosa.
 
O chão para semear, a ignorância para ser instruída e a dor para ser consolada são apelos que o Céu envia sem palavras ao mundo inteiro.
 
        Que fazes, portanto, dos talentos preciosos que repousam em teu coração, em tuas mãos e no teu caminho? Vela por tua própria tarefa no bem, diante do Eterno, porque chegará o momento em que o Poder Divino te pedirá: - "Dá conta de tua administração".